Foi no mês de Janeiro que a Xiaomi se separou da Redmi e tornou-se assim em mais uma sub-marca da empresa chinesa.

Desde então houve o primeiro lançamento da sub-marca da Xiaomi, o Redmi Note 7, um smartphone poderoso com um valor justo, pouco tempo depois ficou-se a conhecer um modelo mais poderoso.

Esse seria o Redmi Note 7 Pro que em vez de ter o Snapdragon 660, teria sim o Snapdragon 675 e uma qualidade de câmara idêntica ao do Mi8, mas agora o executivo da Xiaomi revelou que ao contrário do Redmi Note 7, este não terá a versão Global, algo que deixou muitos utilizadores desiludidos, resumidamente este modelo será exclusivo para o mercado chinês e indiano ao qual está a ser um sucesso.

Para as pessoas que esperavam por este smartphone certamente é uma desilusão, relembrar no entanto que o Xiaomi Redmi Note 7 já tem versão Global e pode ser adquirido por valores entre 150€ e os 200€ dependendo da variante que se escolha.

 

Fonte: GizChina