Já houve melhores dias para a fabricante sul-coreana.

Youtubers, jornalistas, entre outros que receberam o aparelho tiveram problemas logo passado dois dias de uso.

Das primeiras pessoas a relatar foi um dos jornalistas da Bloomberg, Mark Gurman que relata que o seu equipamento ficou completamente inutilizado passado dois dias.

Também Dieter Bohn, da The Verge afirmou que o seu aparelho deixou de funcionar ao fim de dois dias e que reparou numa pequena saliência que faz distorcer o ecrã, o qual pode ser a origem do problema.

A Samsung não tardou a responder e apontou as avarias por terem removido a película de origem do smartphone, no entanto Mark Gurman acrescenta “A Samsung disse que não é suposto tirarmos a película. Eu tirei-a, sem saber que não era suposto (os consumidores também não iriam saber). A película parecia ser removível a partir do canto esquerdo”.

Mas o jornalista da CNBC afirma não ter retirado a película e que mesmo assim o equipamento deixou de funcionar.

Já é dia 26 de Abril que vai ser lançado o aparelho nos Estados Unidos, com valores a rondar os 2.000 dólares, mas que de certeza irá deixar muitas pessoas reticentes se devam comprar o primeiro smartphone dobrável da Samsung.