Era esperado que mais cedo ou mais tarde a Xiaomi fosse ultrapassar a Huawei.

A Huawei caiu um pouco a partir do momento que foi banida dos Estados Unidos da América.

Pouco tempo depois, devido às sanções aplicadas, a Huawei ficou proibida de utilizar os serviços da Google nos seus smartphones e mais tarde refletiu-se na queda de vendas na Europa.

Mas mesmo só usando os próprios serviços, não tem estado mal no mercado, no entanto ainda não se sabe ao certo de como vai ser o futuro desta grande fabricante chinesa.

Foi sem surpresas que a Xiaomi foi uma das fabricantes que ficou a ganhar com a Guerra entre a Huawei e os Estados Unidos.

Este ano não começou da melhor forma para qualquer marca, devido ao coronavírus que se propagou praticamente pelo mundo inteiro, devido a essa situação tem havido uma quebra de vendas de smartphones.

Xiaomi é a terceira maior fabricante de smartphones 2

Do que vemos, sem surpresas é a Samsung em primeiro lugar no mês de Fevereiro com 18,2 milhões de unidades vendidas e logo a seguir temos a Apple que atingiu 10.2 milhões de unidades.

Em terceiro lugar está a Xiaomi que conseguiu vender 6 milhões de smartphones, mais meio milhão que o seu principal concorrente, a Huawei.

Por fim vemos em quinta lugar a OPPO com 4 milhões de unidades vendidas e depois a Vivo com 3,6 milhões de unidades.

Será que a Xiaomi vai conseguir agora permanecer no terceiro lugar?

 

Fonte: GizChina